26 de September de 2017
Carmela Grune

Secretaria da Justiça participa do aniversário do projeto Direito no Cárcere

sjdh

A Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos (SJDH) participou da comemoração de três anos do projeto Direito no Cárcere. A Secretária da SJDH, Juçara Dutra Vieira e o chefe de gabinete, Marcelo Brettas, participaram do evento que ocorreu nesta sexta-feira (29) no Presídio Central de Porto Alegre (PCPA).

O projeto Direito no Cárcere foi criado pela jornalista e advogada, Carmela Grune com objetivo de estabelecer, pela gestão compartida com o Estado, plataformas de expressão aos apenados do Presídio Central de Porto Alegre, vislumbrando a música, a poesia e o cinema como instrumentos de educação inclusiva e fomentadores da expressão da cidadania local.

O diretor do PCPA, coronel Osvaldo Machado, disse que o projeto só existe por que realmente acredita-se que as vidas mudam e podem mudar. “O projeto só aparece por que vocês dão visibilidade a ele. As pessoas podem melhorar, podem crescer. Mas nada disso seria possível se não partisse de vocês o desejo pela mudança”, afirmou.

Carmela, idealizadora do projeto, afirmou que a inclusão é algo de extrema importância na mudança de vida das pessoas. “Esse projeto é para que haja mais inclusão, tudo isso que está acontecendo hoje é muito importante. Espero que todos vocês estejam só presos fisicamente, porque aqui é o lugar de vocês estarem livres, dancem, cantem e se divirtam por que esse é o espaço de vocês”.

A secretária Juçara falou aos presentes sobre a importância de programas como este para as melhorias da sociedade. “A proposta desenvolvida pela Carmela tem uma importância imensa, tanto na articulação com judiciário, a importância da participação do diretor do presídio. Acredito que nós podemos concorrer para a mudança e a mudança está dentro de cada um de nós”, disse.

Juçara ainda explicou que a arte auxilia nas mudanças que ocorrem na nossa vida. “A arte nos ajuda, a arte transpõe barreiras, a arte humaniza e a arte transforma. Parabéns a todos vocês, é um presente que eu ganho de estar aqui hoje”, finalizou.

O projeto realiza ações dentro do presídio para dependentes químicos que estão buscando a libertação das drogas. As atividades são desenvolvidas todas às sextas-feiras, por voluntários que querem ajudar pessoas em conflito com a lei que desejam a mudança.

Texto: Gabriel Lautenschleger

http://www.sjdh.rs.gov.br/index.php?model=conteudo&menu=1&id=2400&pg

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Sobre o autor

Deixe seu comentário

*