26 de September de 2017
Carmela Grune

Areias do Direito – Carmela Grüne entrevista Fostyer D’Amandy

 

Das areias do Leblon, surge o Projeto Areias do Direito, idealizado por Carmela Grüne, Jornal Estado de Direito, com o objetivo de apresentar temas que entram nas sandálias, nos calçados da sociedade e que merecem ter visibilidade, para reflexão e mudança de comportamento social. Agradeço a Fostyer D’Amandy por aceitar o convite de participar dessa entrevista e compartilhar a sua experiência de vida. Meu muito obrigada a Jorge L. Santos, que de aceitou o desafio de ser assumir a direção de fotografia desse primeiro video – obrigada pelo carinho e paciência.

AS AREIAS DO TEMPO
CONTADAS EM GRÃOS
NA AMPULHETA
QUE SÓ FAZ
DEIXAR O TEMPO
ESCORRER PELAS MÃOS…

AREIAS DE ESPERANÇA
GRÃOS QUE CONTAM A VIDA TAMBÉM
ÉPOCAS REMOTAS
DO PASSADO DA TERRA
AREIAS DO TEMPO
FOLÍCULOS DE VIDRO
PELO CALOR TRANSFORMADOS
AREIAS, SÓ AREIA, E MAIS NADA…

AREIA, CHÃO
FOLÍCULOS, GRÃO…
VENTO QUE LEVA A AREIA
DE UM LUGAR A OUTRO
TECE AS DUNAS
FORMAM-SE AS TEMPESTADES
NA AREIA, NAS DESÉRTICAS CIDADES…

OS VIAJANTES SE COBREM, O ANCIÃO RESMUNGA…
MANTOS, COBERTAS, E OLHOS CERRADOS
AS AREIAS FAZENDO SEU TRABALHO
UNEM-SE AGORA, AO VENTO
PARENTE PRÓXIMO DO TEMPO…

O TEMPO, O VENTO
A AREIA, O GRÃO
A TEMPESTADE, O ANCIÃO…
UM TÓPICO DO DESERTO
OS VIAJANTES SABEM DISSO…
AS AREIAS, FORMARAM PELO MOVIMENTO CONSTANTE,
AS DUNAS À SUA FRENTE
PODEM FICAR SEM ORIENTAÇÃO
PELAS AREIAS DO DESERTO, CAMINHAM CEGOS
ONDE ESTÃO?
” SÓ HÁ PÓ, AREIA, GRÃO”
RESMUNGA O ANCIÃO…

A AMPULHETA SE ENCARREGA DE AVISAR,
QUE O TEMPO DELES, JÁ ESTÁ A SE ACABAR!
MAIS AREIA, CHÃO…
QUEM PASSARÁ POR ESSA IMENSIDÃO?
O TEMPO, O VENTO, A AREIA, O GRÃO…

FÁTIMA ABREU

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Sobre o autor

Deixe seu comentário

*